Palavra de Ordem EMERGIR – Revelado o segredo para sair para da crise

Segundo o dicionário, Emergir é um verbo:

1.transitivo direto e intransitivo

trazer ou vir à tona.

2.intransitivo

tornar-se claro ou compreensível; aparecer, expressar-se, manifestar-se.

 

Entenda por que EMERGIR é a garantia para sair da crise.

O Covid19 é a guerra contra um inimigo invisível e desconhecido, ainda.

Abalou o mundo, embora pandemias são previstas em sérios programas de Planos de Continuidade de Negócios (PCN), poucas companhias consideram essa hipótese, e agora?

 

Será que a crise que estamos vivendo é exclusiva do Covid-19?

Creio que não.

Crise Econômica é sinônimo de escassez, representada com baixo nível de produção, competitividade, consumo de produtos e serviços e o Brasil está sempre pontuando nesses itens – se não fosse o coronavírus, certamente outra crise estaria na atenção da mídia para justificar o desemprego ou as portas fechando de milhares de empresas.

Crise é sinônimo de oportunidade – é um clichê batido porém é fato. Você mesmo pode ter vivido isso, por ser uma empresa de tecnologia, emergiu em algumas das crises do país.

Por que EMERGIR é o segredo para sair da crise e como fazer?

Existe uma sigla, tem apenas 3 letrinhas, é o IOT.

Conceito para Internet Of Things (IOT), traduzindo Internet das Coisas.

O IOT, diferente do que você pode pensar, não é uma tecnologia, é um negócio.

Negócio que já faz parte do nosso dia a dia e, talvez, nem estamos nos dando conta.

Negócio que é emergente e agora, se tornou, ainda mais urgente.

É um futuro que se faz presente e nos mostra nestes tempos de pandemia que poder acessar qualquer coisa, controlar em tempo real e trazer mais inteligência para o mundo físico sem limites de distância, nos dá o poder de ter nossos negócios funcionando de qualquer lugar.

Acabamos de provar que nós humanos, simplesmente por estarmos conectados em rede, na Internet, conseguimos este feito, realizar nosso trabalho em home office é um exemplo.

 

Não é só para nós, humanos, que essa possibilidade é válida.

Para nosso escritório ou para core do nosso negócio também.

É realidade, é emergente, é possível que outras coisas, objetos, materiais, animais, solos, tudo que é possível tocar, pode também estar com a gente conectados na Internet das Coisas.

Para facilitar a compreensão, observe que nós humanos, precisamos de um dispositivo conectado para acesso a Internet, no caso, pode ser um computador, notebook, tablet, smartphone… para as coisas não é diferente, elas também precisam de um dispositivo conectado para estarem na internet – um dispositivo IOT.

Claro que há algumas particularidade, nem sempre a internet das coisas vai usar as redes que usamos, a exemplo de uma rede cabeada de alta velocidade. Há outras tecnologias que são combinadas tais como RFID, ZIGBEE, Bluetooth, LoRa, Sigfox, etc

Outra particularidade é a linguagem das coisas. As coisas não falam mas afirmo que temos linguagem comum para se comunicar com estes objetos, apenas como exemplo, a gente se comunica com os bebês e eles também não falam.

Para trazer vida às coisas, os dispositivos de IOT, além de dar acesso à Internet, considera sensores, para estabelecer diversos tipos de linguagem, tais como: luz, temperatura, movimento, umidade, pressão, vibração, localização etc.

O mais interessante de tudo isso é que essas coisas são os novos consumidores.

Você já observou que o seu carro é conectado e paga sozinho, sem sua interferência o pedágio e até o combustível, se você desejar?

As oportunidades de consumidores para nossos negócios não se limita aos 7,79 bilhões de pessoas¹ que vivem no planeta. O número é acrescido para mais de 20 bilhões de coisas que podem se tornar aptos consumidores.

Não é o futuro, os 20 bilhões de coisas conectadas é o previsto para o ano, segundo a pesquisa da renomada multinacional empresa de estatísticas e pesquisa, a Alemã Statista divulgada em Fevereiro deste ano.

No Brasil, a Internet das Coisas, vai movimentar a economia em R$ 155,2 bilhões, superando a expectativa de qualquer outra tecnologia emergente – pesquisa encomendada pelo MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) e executada pela Brascomm ano passado.

Se você pensa grande e seus projetos não são limitados ao Brasil, vai adorar saber da previsão de U$ 11,1 Trilhões, segundo a MCKinsey:

Lógico que a potencialidade do IOT é ampliada quando combinada com outras tecnologias, aí sim, é explosão de resultado.

 

Sobre as outras tecnologias emergentes:

A própria Inteligência Artificial (AI) que é disruptiva, pode ter seu potencial fracassado se não for combinada com o IOT. Afinal, a AI tem como base processar grande massa de dados e os dispositivos de Internet das Coisas estão aí justamente para coletar dados.

As redes de comunicações sem fio, como o 4G são “fatiadas” pelas operadoras para separar conectividade de pessoas e coisas. É a mesma rede usada pelo nosso smartphone, porém a banda para tráfego de upload e download é menor, diferente de nós humanos, as coisas ainda não tem conta no Instagran (Risos, ainda 😜). Em contrapartida, a fatia reservada desta rede para a conexão das “coisas” tem uma latência (throughput) menor e adequada para a autonomia que se precisa para dar vida as coisas.

E tem também o 5G que permite novos serviços sem precedentes na história. Embora não temos essa rede comercial no Brasil é uma realidade sendo experimentada em outras regiões do mundo. Detalhe: o 5G, diferente dos outros “xG”, poderá ser implementada por outras empresas, sem depender das operadoras de serviços públicos 😲.

Nós fazemos a portabilidade numérica do nosso número de telefone, mas para as coisas a portabilidade não é numérica, afinal, o número de telefone não importa, a gente não vai “ligar” para um objetivo que não fala a nossa língua. Nesse caso, a troca de operadora, quando aplicável é para portabilidade do hardware (IMEI) e para isso há regras mundialmente estabelecidas e em vigor, chamada provisionamento remoto para Embedded UICC.

O Blockchain não é restrito para as criptomoedas. As características de segurança e transações imutáveis podem ser aplicadas em projetos IOT quando se envolve diversos stakeholders usufruindo da mesma solução.

O Drone pode ser aplicado também para automação, experiência, inspeção e pronta resposta na Gestão de Riscos quando conectado à Internet, se tornando um dispositivo IOT.

Lógico que não podemos esquecer do principal: A Segurança.

Segurança no âmbito 360 graus que vai da cibernética (criptografia, arquitetura, aplicação, ROSI² etc) até legislações vigentes (a exemplo da LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados) – aspectos presentes no ecossistema de Internet das Coisas.

Tem também outras tecnologias, ainda não tão populares, a exemplo da Computação Quântica, cujo poder de processamento computacional é exponencial e irá abalar significativamente os negócios digitais.

É válido uma pitada de Foresight – embora a palavra não tenha uma tradução definida para o Português, podemos chamar de Prospectiva de Futuro. É um processo sistemático para ver o futuro a longo prazo da ciência, da tecnologia, da economia, do meio ambiente e da sociedade, identificando as tecnologias genéricas emergentes e as áreas estratégicas de pesquisa prováveis para o campo econômico e para os benefícios sociais. A previsão do Futuro não é com bola de Cristal, existe um método que você pode aplicar para desenvolver o máximo potencial dos seus negócios combinado com o IOT.

Devemos inclusive, não restringir a negócios, é necessário pontuar a nossa Capacitação Profissional. Você tem ciência das habilidades e competências demandadas pelo cenário de incertezas trazido pela transformação digital?

Se você encurtar o caminho e aprender mais sobre isso direto com quem faz, o assunto pode não ser tão complexo quanto parece.

O Congresso On Line do Tudo Sobre IoT te dá este acesso – foi assim que minha carreira foi transformada, de Vendedora de Telecom para empresária e mentora em IOT.

Neste evento, você pode ampliar sua visão e criar seu poder crítico sobre as oportunidades de Internet das Coisas, de forma rápida e concentrada.

As palestras são ministradas por profissionais da área e empresas renomadas que influenciam diretamente as oportunidades e fazem do que era impossível, projetos possíveis e que estão em produção em diversos segmentos como Saúde, Agronegócio, Industria, Logística, Varejo, Cidade Inteligente, Casa Inteligente e muito mais.

 

O próximo projeto pode ser o seu.

O Congresso On Line Tudo Sobre IoT (https://tudosobreiot.com.br/congresso) trouxe resultados imediatos para milhares de pessoas – agora é a sua vez.

Todas as palavras destacadas em azul neste artigo, são temas presentes nas palestras, dentre outros diversos e acrescido de exemplos reais de impacto e sérios estudos sobre tendências.

 

Para sair da crise é necessário emergir!

Conecte-se ao Emergente mundo do IOT para emergir sua carreira, seus negócios e, inclusive, sua vida pessoal.

Você será destaque nas rodas de amigos e vai absorver de forma diferenciada as notícias diárias da mídia que são baseadas no IOT e você nem se dava conta.

 

Artigo por Thelma Troise, CEO do Tudo Sobre IoT.

 

Referência:

¹ dados da ONU

² ROSI – Return on Security Investment / Retorno do Investimento sobre Segurança.

Compartilhe com seus amigos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Classifique:
5/5

Newsletter IOT

congresso Tudo sobre IoT

Internet das Coisas

O IoT tem como objetivo permitir uma melhor relação entre o mundo físico (as coisas), o mundo biológico (nós) e o mundo digital (a computação).

Eventos

Últimos Videos do Canal

Congresso Online

Industria

Cases IOT

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Webinários

Inscreva-se em nossa newsletter