Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram

IoT Como Apoio Estratégico a Assistência Técnica e Suporte

Entre 1969 e 2009 o planeta viveu uma onda de modernidade inimaginável, o mundo da eletrônica fervilhou e motivou centenas de milhões de pessoas na busca de soluções que produziram o atual estágio que temos hoje.

Com o advento da era digital temos uma gama de soluções industriais, comerciais, residenciais e até individuais, várias vertentes trabalhando em conjunto, se comunicando e conectando sistemas.
Otimização de tempo e processos, rastreabilidades, novos modelos de negócios, são apenas poucos exemplos que podemos citar em um cenário disruptivos nesse ecossistema.

Contudo, questões relacionadas ao suporte e assistência técnica ainda é um gargalo para a maioria das empresas. Isso talvez porque a visão para essa parte do processo ainda seja apenas custo. Todavia, a própria eficiência dessa área, reduz o custo tanto da própria operação (assistência e suporte) quanto de outras áreas e processos correlacionados na manufatura dos mesmos.

Pensando desta forma podemos investir na assistência e suporte utilizando IoT e cloud computing como estratégias relevantes não só para otimizar estes processos e sim levantando, registrando e processando dados visando melhoria contínua.

Mas como IoT e cloud computing pode auxiliar a assistência técnica/suporte?

Para essa pergunta, vamos analisar um exemplo prático de manutenção corretiva, vivenciada por muitas empresas:

Imagine uma máquina, seja ela qual for, vendida para vários estados, com manutenções preventivas inclusas na garantia e revisões após a vigência da garantia. Essa máquina tem um IHM, sensores de entrada para controle automatizado, output com drivers de potência para controlar algumas saídas, carga a ser gerenciada conforme figura:

1. Digamos que essa máquina apresenta defeito na saída dois (2), só que essa saída dois (2) é ativada tanto pela IHM quanto pelo sensor quatro (4). Você recebe um chamado para enviar o técnico in loco devido este defeito relatado.

Estudo_LEAN_MAINTENANCE_Esboço_(1)
Figura 1

 

  • Qual é o real problema da máquina?
  • Sensor quatro (4)?
  • Processamento da IHM?
  • Output dois (2)?
  • A própria carga?

Digamos que por qualquer motivo a máquina trabalha com o firmware que foi corrompido e não está fazendo a leitura do sensor. Assim apenas uma atualização de firmware resolverá o problema.

Essa atualização poderá ser feita remotamente com IoT, economizando custos com viagens e tempo.

É preciso salientar ainda que algumas vezes o problema relatado não é o diagnosticado pelo técnico, sabemos que são vários os pontos de análise com alguns circuitos ou placas distintas para o mesmo defeito, um profissional experiente já passou por muitos relatos equivocados de defeitos. Isso ocorre porque a análise técnica é diferente da visão do operador. Com a máquina conectada na rede sendo monitorada, essas questões reduzem consideravelmente.

Este foi apenas um exemplo de manutenção corretiva, entretanto existe uma gama de possibilidades de como IoT e cloud computing podem auxiliar de fato a lean maintenance deixando-a mais eficiente.

Antes precisamos entender que a manutenção enxuta é um conceito que vai bem além das manutenções corretivas. Trata-se de um conjunto de ferramentas e analises afim de garantir a eficiência do sistema. Por conseguinte, o emprego de ação proativa, manutenção preventiva e preditiva na operação a prevenção de falhas de equipamentos.

Como exemplo a manutenção preventiva utilizando a IoT vamos tratar um motor. Este está operando “normalmente” com a carga projetada, no entanto um sensor de corrente enviou para a nuvem uma informação que o motor está consumindo maior corrente. Nota-se que antes mesmo de apresentar o defeito de fato, o sensor enviou a informação que será processada e avaliada, evitando assim a falha.

A figura 2 apresenta um diagrama com implantação da IoT e cloud computing, percebe-se que neste caso, todas as informações de entrada e saída são monitoradas e enviadas a nuvem.

Estudo_LEAN_MAINTENANCE_Esboço_(2)
Figura 2

 

Assim podemos analisar e processar informações, empregando as ferramentas de lean maintenance, tais como: FMEA e FMECA, análise de árvore de falhas (FTA), modo de confiabilidade, efeitos e análise de criticidade (RCM), função de qualidade implantar (QFD), entre outras, tornando mais eficiente a assistência técnica e o suporte.

Segue algumas questões que IoT e cloud computing pode ajudar:

  • Notificação de recall;
  • Analise e diagnóstico de defeitos;
  • Atualização de firmware e Bootloader remoto;
  • Gestão de manutenção preventiva;
  • Gestão de testes (uma vez que o técnico in loco seguirá uma rotina de testes predeterminado e registrado em nuvem);
  • Monitoramento constante e em tempo real, acompanhando possíveis usos inapropriados ou incorretos, levantando com isso informações relevantes como por exemplo treinamentos;
  • Gerenciamento de intervalos de manutenções obrigatórias (revisões) e/ou notificações e agendamentos do mesmo;
  • Gestão de peças de reparo e horas trabalhadas em manutenção (preventiva, preditiva e corretiva);
  • Gestão da equipe in-loco;
  • Controle dos sistemas de segurança como por exemplo sensores em portas de segurança ou atuadores de emergência. Sendo registrado seu uso para eventuais anexos em documentos;
  • Acompanhamento no ciclo de inicialização de sistemas;
  • Controle dos parâmetros operacionais e gerenciamento das alterações;
  • Boletins técnicos e atualizações de manuais digitais em caso de IHM por exemplo;
  • Configurações, calibrações e ajustes remoto;
  • Link direto entre CRM e equipamentos.

Logo, podemos refletir que os defeitos podem ser prevenidos pelo comportamento consciente e antecipado da equipe. Assim sendo, IoT e cloud computing pode ser parte integrada desse ecossistema, criando uma verdadeira manutenção enxuta.

Em resumo a lean maintenance IoT e cloud computing conectará a manutenção enxuta, registrando e processando as informações relevantes, deixando as manutenções estrategicamente bem planejadas, proativas, garantindo confiabilidade e eficácia dos equipamentos em toda a cadeia que ele está inserido.

Com certeza é um grande desafio que reque investimentos, porém o resultado final será muito além de otimização de recursos a médio e grande prazo, mas sim uma verdadeira melhoria contínua empregada em todo sistema.

 

Classifique:
5/5

DEIXE UM COMENTÁRIO

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE

Confira nossos vídeos exclusivos sobre IOT