imagem-certa-sandro

Sandro Tamman

Uma boa pós-venda mantém clientes fidelizados e deve ser tão bem cuidada quanto a conclusão do negócio.

Ao manter um bom atendimento inclusive após o fechamento da compra, o cliente percebe a seriedade e a importância que sua empresa dá aos consumidores e cria uma relação mais sólida e fidelizada com a empresa. Bem, até aí, você já sabe e esse papo é cliché!

Porém quando nos referimos a projetos de Internet das Coisas, a preocupação do Pos Venda vai além do atendimento.

Sabe por quê?

É devido a acelerada evolução da tecnologia.

Você tem que considerar e ter ciência de que vai acontecer e se preparar para isso!

Só para citar um exemplo, a atualização de novas redes de conectividade: mais adequadas para as conexões de máquinas, como por exemplo, a transição da rede 2G para NB-IoT.

Você já pensou que pode fazer isso sem ter que convocar seus clientes para um recall ou ir até o local físico onde está instalado o seu dispositivo?

Até por que, se for nessa linha, de troca manual sem ser inteligente e automatizada a operação seria inviável financeiramente mas ao mesmo tempo se a companhia não faz fica pra trás, começa a ter um produto defasado deixando seu cliente isca para a concorrência levar.

Mas aqui na 3a Edição do Congresso Tudo Sobre IoT, o Expert Sandro Tamman, representando a Parlacom, traz para você e entrega a visão de como você pode e consegue surpreender o usuário final, atualizando e entregando performance para manter nível de serviço e inovação que o mercado demanda.

IoT e Parlacom

A palestra é um talk show e vamos além da visão de entrega de serviços ao usuário final, contemplamos também a atenção aos processos internos, gestão multi conectividades, gestão da telemetria dos dispositivos IoT, gestão de clientes, usuários e até a relação financeira de fornecedores de serviços.

Para que você considere e amplie sua visão com insights preciosos para fortalecer a gestão de Projeto IoT, a Parlacom convidou a Sierra Wireless e a Loka System, representadas por Marcio Fabozi e Guilherme Cavalcanti respectivamente, que relatam a experiência de mercado e como suas organizações se posicionam e se diferenciam para apoiar e entregar qualidade ao mercado para que o IoT seja escalável e sustentável.