Tudo-sobre-iot-colaborador-ricardo_franco

Ricardo Franco

Com experiência de mais de 17 anos em projetos eletrônicos, Ricardo Franco é empreendedor na Attex Lógica, empresa de prestação de serviços no setor de tecnologia que também oferece serviços de Turn Key.

IoT e Turn Key

No mercado de tecnologia, o termo “Turn Key”, ou “Virar a chave”, refere-se ao contrato de empresa para empresa, onde todo o processo de desenvolvimento tecnológico é de inteira responsabilidade da Contratada, entregando o projeto em pleno funcionamento. 

O contrato de “Turn Key” tem como premissa suprir as necessidades do processo de engenharia, compreendendo todas as etapas do projeto, empacotamento do produto, manufatura e demais serviços necessários. 

 
Incluem-se, ainda, consultoria de cunho regulatório, implantação, suporte técnico, assistência técnica e treinamento, atendendo as normas técnicas para sua utilização em condições de segurança operacional adequadas às finalidades contratadas.

Ricardo Franco, em sua palestra, relata a realidade na Attex Lógica, que opera Turn Key  em três esferas distintas:

Projeto e desenvolvimento de circuito eletrônicos: equipe altamente capacitada para projetar e desenvolver placas de circuito eletrônico para as mais diversas necessidades nos âmbitos doméstico, comercial, industrial, veicular e do agronegócio;

Manufatura:  todo o processo fabril do projeto, desde a montagem, teste e validação até a gravação de software e embalagem dos produtos;

Consultoria e suporte técnico: em diversas áreas, customizados para o projeto.

Essas capacidades nos permite Turn Key completo onde usuário obtêm vantagens, a exemplo de:

Normas e projetos de uma mesma fonte: garante que todos os documentos, padrões e normas sejam cumpridos e realizados por um único fornecedor;

A gerência é da contratada: a contratante não necessita de expertise e conhecimento de mercado para os diversos “sub-serviços” de um projeto de eletrônica;

Resolução de problemas: em qualquer projeto é comum surgirem problemas e imprevistos, por isso ter uma empresa responsável por supervisionar todo o andamento desses serviços facilita a resolução de problemas. Supervisionar fornecedores, cobrar terceirizados, gerir os entraves que surgirem e gerenciar prazos são algumas das tarefas exercidas pela empresa responsável no projeto “Turn Key” e que podem facilitar (e muito) o andamento do projeto;

Serviço pós-entrega: engana-se quem pensa que o trabalho do projeto “Turn Key” acaba com a entrega do projeto. Nesse tipo de serviço, cria-se uma relação de confiança que perdura após o término das obras, com possíveis melhorias e evolução constante do produto e das tecnologias associadas.